segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O QUE JÁ ESTAVA RUIM PIOROU: MAIS UMA AVENTURA NO TRÂNSITO DE JOÃO PESSOA

A PREFEITURA DE JOÃO PESSOA SEGUE CUMPRINDO COM A ROTINA DE FAZER BOBAGENS: A CIDADE ENCONTRA-SE AO DEUS DARÁ.





"Semob fecha ruas e provoca caos no trânsito de João Pessoa.
As alterações na circulação de veículos feitas Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) em ruas da Capital provocou o caos no trânsito na área central de João Pessoa no início da tarde desta segunda-feira (14), véspera de feriado da Proclamação da República. Deixou motoristas desorientados e pedestres confusos."

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

CARTOLA, UM HOMEM SIMPLES QUE MARCOU HISTÓRIA


Cartola foi um expoente na música brasileira. Homem simples, estudo precário, mas com sensibilidade e inteligência sem limites. Inspirou gerações com o que escrevia e se chamava Agenor, nome, inclusive, que foi dado ao cantor Cazuza como forma de uma homenagem por sua carreira e obra. Cartola fez o texto da imagem, que se tornou música, para uma filha, que com pouca idade achava que de tudo já sabia e que era dona do próprio nariz. 

sábado, 5 de novembro de 2016

RICARDO COUTINHO EM PROJEÇÃO NACIONAL

PESQUISA APONTA RICARDO COUTINHO COMO O GOVERNADOR MAIS BEM AVALIADO DO BRASIL.

Reportagem publicada nesta segunda-feira (5) pelo Jornal O Estado de São Paulo, com base em pesquisas do Ibope, revela que o governador Ricardo Coutinho (PSB) é atualmente o mais bem avaliado entre as capitais brasileiras.
De acordo com matéria, com o levantamento, o chefe do executivo paraibano tem 61% de ótimo/bom em João Pessoa, contrariando a tendência nacional.
O índice de aprovação é quase três vezes maior que a média do País (24%). Dos 26 governadores, 16 têm avaliação negativa nas principais cidades dos estados que governam.
Na análise do colunista José Roberto Toledo, que assina a reportagem, os governadores que estão no segundo mandato poderiam sofrer com o desgaste de estar há mais tempo no poder, causando desprestígio entre os eleitores, o que não aconteceu em João Pessoa.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

QUAL BENEFÍCIO O MINISTRO TROUXE PARA O AÇUDE DE BOQUEIRÃO?

Todos sabemos que o Governo Estadual, através do trabalho do Governador Ricardo Coutinho, vem fazendo várias obras nas mais diversas regiões do Estado da Paraíba e isto não é novidade pra ninguém. Particularmente, em João Pessoa são várias obras de mobilidade e uma, em particular, vem causando uma ciumeira danada em quem já teve oportunidade de fazer, mas que por incompetência e cassação de mandato nunca nem ousou tirar esse projeto do papel. Trouxeram um Ministro, o mesmo que retirou o dinheiro das contas do Estado, para fiscalizar a obra, e fizeram um estardalhaço medonho, como se ele, a marionete ministerial, fosse o salvador da última pipoca dentro do saco cheio de sal. Fiscalizar o que? nada, é claro! Se juntaram para fazer um palanque político num ano deveras preocupante, inclusive com a seca que assola o Nordeste e tem deixado em níveis preocupantes vários reservatórios na região. Até o Epitácio Pessoa, em Campina Grande, que tem marca negativa histórica, segue preocupando a todos nós. Ai deixo uma pergunta: Será que o homem do beijo e do abraço, aquele mesmo que pintou todos os prédios públicos de verde e obrigou os servidores estaduais a contraírem empréstimo para receberem o próprio décimo terceiro salário, levou o Ministro pra ver como se encontra o açude de Boqueirão?

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A CRISE TÁ BRABA, MAS A PARAÍBA ESTÁ BEM ADMINISTRADA


Das 27 unidades Federativas só dez mantém o pagamento dos salários em dia. A Paraíba e mais nove. Tem Estado que tá dividindo em três vezes e voltou ao tempo do vale. O Governador Ricardo Coutinho anunciou que pagará, integralmente, amanhã e na próxima segunda-feira. Pagar é obrigação, como sabemos, mas diante do desmantêlo que estamos vendo é importante observar, para o desespero das aves de agouro ruim, que aqui continua a todo vapor.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

DANIEL , O DANN, VAI USAR O TWITTER NO CÉU

Rapaz tranquilo, de fácil conviver e era comprometido com o que se destinava fazer, mas hoje, dia das crianças e da padroeira do Brasil, foi chamado para tocar as mídias sociais lá do céu. Deus o tenha e conforte a família. Deixa saudades e fará falta! 

sábado, 3 de setembro de 2016

CARTAXO, O LENTO, MAQUEIA A CIDADE E JOGA OS 400 ANOS DE JOÃO PESSOA À PRÓPRIA SORTE

Na frente da Estação Ferroviária tem um relógio solar em comemoração dos 400 anos da cidade de João Pessoa, mas foi abandonado e quando chove serve de maternidade pra mosquito. Já no verão quem comanda a área são os ratos.
Em qualquer lugar do mundo seria um local para visitação de turistas, mas aqui é um desmatêlo.
E o homem ainda diz que tá mais experiente.
Oremos!

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

PRA CONSERTAR O DESMANTELO, OS BONS VENTOS ESTÃO CHEGANDO

Cida e Wilson caminharão com o Governador Ricardo Coutinho para que João Pessoa saia desta lentidão incompetente. É inconcebível que a gestão de Cartaxo demore quase dois anos e meio pra construir uma ponte. Agora o Prefeito copia o guia eleitoral de Cássio Cunha Lima da campanha de 2014 e pede voto porque tá mais experiente. Experiente em quê? Ta lascando a cidade. 


Tudo é atrasado e pouco planejado.


Isto é experiencia?


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CARTAXO, O PREFEITO LENTO, QUASE PARANDO.

Em um ano o Governo do Estado entregou o Trevo das Mangabeiras, a duplicação da Av Cruz das Armas e já já termina o Viaduto do Geisel. Enquanto isto, continua o velório da ponte da Av Beira Rio que Cartaxo começou em 13/06/2014 (dois anos e dois meses).
O Prefeito pode até editar imagens e jogar no guia eleitoral pra tentar criar uma nuvem de fumaça sobre sua lerdeza, mas como administrador ele é fraco.
É o fim!


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

DE JAGUARIBE À GAMELEIRA FOI GENTE COM FORÇA. PARECIA UM FORMIGUEIRO

A bem da verdade esta foto não é minha, mas gostaria de ter feito o registro, até porque do mesmo local olhei pra trás e vi a fileira de carros ladeira acima. Saindo do bom e velho Jaguaribe, parte da região Sul foi atravessada e o final teve por testemunho o Largo da Gameleira. Foi gente em banda de lata e ninguém arredou o pé. Além do tamanho da carreata o que me impressionou foi o envolvimento popular. Calçadas cheias e o povo afirmando que se faz necessário um olhar mais atencioso para a cidade que aprendeu a ser exigente com seus gestores. Antes do Governador Ricardo Coutinho ter sido Prefeito de João Pessoa qualquer coisa era bem-vinda porque não havia parâmetro, uma régua sequer para medir o quanto era possível fazer. Agora não! Todo mundo sabe que existe a possibilidade de realizar muito e quem tentar maquiar a cidade, como vem sendo feito, será cobrado nas urnas. Cida colocará nos trilhos o que descarrilou. Retomará o projeto que mais fez a capital avançar. Muitos lembram que os PSFs funcionavam em casas alugadas, que Terminal de Integração foi construído em 100 dias e que seria, hoje, impensável ir à UFPB sem a duplicação da Av Dom Pedro II. Lamentavelmente, na contra mão do Trevo da Mangabeiras e do Viaduto do Geisel, o primeiro já entregue e o segundo faltando quase nada, observamos aquela ponte da beira, onde a construção se arrasta tem quase dois anos e meio e ainda não chegou a 50% da execução total. Falta planejamento e capacidade a esta estéril administração municipal. 

O tempo dirá!



sábado, 27 de agosto de 2016

A CALÇADINHA DAS MANSÕES DE CABO BRANCO E A PROMESSA DE ACABAR COM A AGONIA ENTRE MANGABEIRA E O VALENTINA.


Toda vez que chove a situação é a mesma; só passa ônibus e o risco é grande de ficar no meio da enchente. Se for contando os passos é provável morrer afogado. Quem vai trabalhar tem que tomar outro rumo pra não chegar atrasado e os que vão pra escola, se não prestarem atenção molharão os livros e até lanche dentro da bolsa. Contudo, esta situação estava perto de acabar, assim disse o Prefeito Luciano Cartaxo na última campanha de 2012, quando namorava com a principal cadeira, aquela que fica bem pertinho da chave do erário municipal. O tempo foi passando e os olhares do homem foram migrando para o mar. Mandou fazer, com o nosso dinheiro, a calçada das mansões e dos prédios luxuosos da orla e esqueceu que quem nada é peixe. Minha gente, quando chove, o ir e vir de Mangabeira para o Valentina se torna um ato de bravura, diante do volume de água, mas tem jeito. Basta fazer a prometida ponte. Só não precisa demorar tanto, como aquela perto do girador do Altiplano que já se arrasta por dois anos e meio. 

Nada contra o que foi feito em Cabo Branco, mas a prioridade devia ser outra. Bairro que mora o tal do pobre sofre!

domingo, 7 de agosto de 2016

APL - FUI, VI E GOSTEI: VOU VOLTAR!


Semana passada fui na APL - Academia Paraibana de Letras e o lugar é excelente. Exala cultura e história ao mesmo tempo. Por uma década trabalhei na rua Duque de Caxias e nunca entrei, mas como tudo na vida tem a hora certa, agora escrevo sobre o que sempre quis conhecer. Ambiente muito bem cuidado, organizado, livros disponíveis e acesso liberado. A senhora que me atendeu é extremamente receptiva, mas me passou, subliminarmente, uma frustração: a baixa visitação da casa chega a incomodar. É como se aquela funcionária desejasse que a fonte de conhecimento, lá existente, fosse aproveitada por todo mundo, mas o interesse é abaixo do que deveria ser.

Salas com móveis tinindo, estátuas, objetos antigos, quadros riquíssimos em história, espaço sobre Augusto dos Anjos, auditório no mezanino, jardim lateral com imagens de acadêmicos e muita sabedoria. Lá é assim.

Vale a pena!

sábado, 6 de agosto de 2016

RIO 2016: FORA TEMER E A PRIMEIRA MEDALHA DE OURO DA ARGENTINA

Quando a gente olha o histórico de honestidade dos protagonistas desta situação é pra rir e chorar ao mesmo tempo. Dia seguinte a votação da autorização de abertura do processo de impedimento já teve gente, que votou favorável, recebendo um substancial bom dia da Polícia Federal por trambique e depois muitos outros idem. Até o Eduardo Cunha, o pai desta bagaceira, já tá no bico do abutre. Portanto, que o jogo democrático seja respeitado e #ForaTemer



sexta-feira, 5 de agosto de 2016

MENINOS, EU VI!


Além de meninos, eu vi adulto e idoso pulando num pé só. Era gente que não cabia uma banda de lata. No lado de dentro e no de fora, do Clube Cabo Branco, não havia espaço pra mais ninguém e não se arredava o pé. Um calor danado, uma gritaria ensurdecedora e todo mundo se entendendo e enviando energias para aquela que irá comandar os destinos de João Pessoa em 2017. A história de vida e superação de Cida já nos induz a imaginar como ela irá transformar o que temos para o que virá.

#VivaoTrabalho


sábado, 30 de julho de 2016

BALAIO DE GATOS NA POLÍTICA DE JOÃO PESSOA


Com relação a este balaio de gatos entre: Cartaxo, Cássio, Mané Jr e Maranhão, me lembrei da campanha de 2014, onde iniciou-se com um candidato quase ja eleito e diplomado, como muitos afirmavam, mas o resultado todo mundo sabe qual foi.
É inegável os avanços e capacidade administrativa do projeto do PSB e do Governador Ricardo Coutinho.
Quem vota é o povo!

quinta-feira, 28 de julho de 2016

JAGUARIBE E SEUS ENCANTOS: EU SOU DA GEMA

Nasci na Candida Vargas, me criei no aceiro da mata, estudei nos estaduais de Jaguaribe e ABC. Depois: 7 de setembro e ETFPB. Derrubei o Judas e joguei bola no Carecão. Mais autêntico é impossível! 




sábado, 23 de julho de 2016

VIADUTO DO GEISEL: FALTA POUCO PRA BOTAR A DOMINGUEIRA

Antigamente as coisas eram mais difíceis e ter o que vestir era quase artigo de luxo. A roupa mais bonita e que dava pra comprar a gente botava em dias especiais ou na missa do domingo. Era a famosa domingueira. O dinheiro era curto e comprávamos, quando metíamos o martelo no minhaeiro, duas pareias de roupas por ano; uma para o São João e outra para o fim de ano. Lembrei-me disto ao passar hoje no Viaduto do Geisel. O puxa-encolhe já acabou para quem segue de João Pessoa à Bayeux e aquele sinal que não deixava ninguém passar dos setenta por hora foi pra o beleléu e não existe mais. É quinta marcha na tranquilidade.

Já foi feito bem mais do que falta para terminar e, muito em breve, estará sendo entregue pelo Governador Ricardo Coutinho, conforme noticiado. Desafogará aquela agonia dos carros um por cima do outro e será a maior obra de mobilidade urbana de João Pessoa até então. As aves de agouro ruim estão se roendo, mas tem jeito não. O viaduto Eduardo Campos já foi uma necessidade, transformou-se em projeto e agora é realidade.

Esses dias vou botar a domingueira e estarei lá para ver que o engarrafamento foi ferido de morte e acabou

Viva o Trabalho! 



sexta-feira, 22 de julho de 2016

ALGUNS DIRÃO: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

ALGUNS DIRIAM: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

sábado, 16 de julho de 2016

A HISTÓRIA NA BEIRA DO ESQUECIMENTO

Esta placa se torna quase invisível aos que passam na calçada e, ainda mais, a quem devia cuidar da nossa história. Coberta por tinta e esquecida na parede, registra informação dos tempos que não voltam mais. Certamente, o motivo de existir o nome da rua é pelo registro apontado na beira dessa casa azul. Fica na frente da antiga sede social do Clube Cabo Branco, entre a Igreja da Misericórdia e o edifício dos 18 andares.






terça-feira, 12 de julho de 2016

ARIANO SUASSUNA: QUEM FOI TEMPERAR O CHORO E ACABOU SALGANDO O PRANTO?




video

Se eu conversasse com Deus
Iria lhe perguntar:
Por que é que sofremos tanto
Quando viemos pra cá?
Que dívida é essa
Que a gente tem que morrer pra pagar?
Perguntaria também:
Como é que ele é feito
Que não dorme, que não come
E assim vive satisfeito.
Por que foi que ele não fez
A gente do mesmo jeito?
Por que existem uns felizes
E outros que sofrem tanto?
Nascemos do mesmo jeito,
Moramos no mesmo canto.
Quem foi temperar o choro
E acabou salgando o pranto?”

Poeta Leandro Gomes de Barros

sábado, 9 de julho de 2016

VIADUTO DO GEISEL TÁ SE VESTINDO. VIVA O TRABALHO!

Passei hoje, no início da tarde, no viaduto que vai desafogar a agonia dos que transitam nas BR 101/230 e dos que residem na zona Sul de João Pessoa. Boa parte do que será entregue já tá se vestindo e em breve esta obra terá grande serventia para a mobilidade urbana do pessoense. O Estado já resolveu a questão dos engarrafamentos em Mangabeira e com a execução deste projeto resolverá a perda de tempo dos que por lá passarão, proporcionando ganho real no deslocamento para qualquer ponto da cidade. O Governador Ricardo Coutinho trabalha por toda Paraíba, mas vem cumprindo uma agenda importante na capital. É de encher os olhos!


quarta-feira, 6 de julho de 2016

O MAIOR PRECIOSO VOLUME É A QUALIDADE

E com o passar do tempo a gente começa a entender que o muito se resume no pouco, que o mais precioso volume é a qualidade. A vida vem me ensinando isto! 


terça-feira, 28 de junho de 2016

TRAIÇÃO FAMILIAR: A POLÍCIA NÃO TEM BOLA DE CRISTAL

O ser humano ta se transformando numa coisa estranha e é irreversível.
Hoje vai haver uma coletiva para informar o desfecho do que se achava ter sido um latrocínio no Jardim Luna, onde um rapaz teve a vida interrompida dentro de uma padaria. Muitos desceram o pau na Policia Militar. Alguns conduziram o fato para a seara política e foi um falatório danado, mas como prever ou combater um crime desta natureza, onde uma mulher manda matar o próprio irmão dentro do comércio da família por conta de herança?
Tá complicado.


sábado, 18 de junho de 2016

ARIANO SUASSUNA E O MAL IRREMEDIÁVEL

"Cumpriu sua sentença. Encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo o que é vivo, morre."


domingo, 12 de junho de 2016

VIVA DARCY RIBEIRO

O povo brasileiro necessita conhecer a história deste homem, mas a leitura não faz parte da nossa cultura. Triste realidade.


segunda-feira, 6 de junho de 2016

domingo, 29 de maio de 2016

O DESESPERO UM POUCO DEPOIS DA MARCA DO DEUS ME LIVRE


Essa é do twitter: Imagino a agonia de quem escreveu isto.


"Se Deus existe.. ele terá que implorar o meu perdão." Escrita encontrada em uma parede em Auschwitz. Polônia, 1945.


sexta-feira, 27 de maio de 2016

RICARDO COUTINHO TINHA RAZÃO

Em 18/04/2016, um dia após a Câmara dos Deputados aprovar o prosseguimento do processo de impedimento de Dilma, o Governador Ricardo Coutinho usou o twitter e publicou o texto abaixo:
"As aspirações do povo, de combate à corrupção só se darão no Estado Democrático de Direito e com gente sem envolvimento com essas práticas".
Na frase o Governador externou que não concordava com o que estava sendo feito e, principalmente, com quem encabeçava o aquele "show".
Hoje, de uns dias pra cá, observo tudo que é político que se dizia o salvador da Pátria sendo investigado em todo tipo de trambique e mais sujo que pau de galinheiro. Aliás, no dia seguinte já teve gente que participou daquele circo sendo denunciado e preso ou com parente indo fazer curso de leão.
O tempo é implacável e a tuitada foi certeira



segunda-feira, 23 de maio de 2016

ONDE ESTÃO AS BARULHENTAS PANELAS?

Ocorreu o que se esperava com receio. Conforme gravações de conversas entre políticos com prestígio junto ao Presidente interino, inclusive com notória atuação para o impeachment da Presidente, que dão conta que houve uma grande armação para que o operação Lava Jato fosse barrada e não investigasse partidos que apoiam esta interinidade. A Rede Globo que se tornou palanque dos inquisidores nem um pio.
Tinha que ter gato naquela moita.
Se investigar direitinho, naquela sala de espetáculo,não escapa ninguém.


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

UIRASSU E O BOM COMBATE SEM PERDER A FÉ


"Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé."

A acácia amarela, mesmo sendo tão linda e tão bela, foi podada. Perdeu um dos seus fortes galhos que foi levado pelo barqueiro do Senhor para o Eterno Oriente.


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

O REAL NOSSO DE CADA DIA



Podia ser uma botija, mas foi apenas uma moeda. Achei nos meus guardados e pode ter sido que tenha reservado pensando que 29 anos depois iria trocar e me tornar milionário. Ficou só na intenção e vontade. Vamos ver o que diz a história:

Congelamento da Taxa de Câmbio por um ano em 13,84 Cruzados = 1 Dólar e 20,58 Cruzados = 1 Libra

CRUZADO: entrou em circulação em 28 de fevereiro de 1986, durante o Plano Cruzado no governo de José Sarney. Houve o corte de três zeros em relação ao Cruzeiro.

CRUZADO NOVO: novamente, em função da inflação elevada, houve a criação de uma nova moeda e o corte de três zeros em relação a moeda anterior. Entrou em circulação em 16 de janeiro de 1989.

CRUZEIRO: em 16 de março de 1990, durante o primeiro ano do Governo de Fernando Collor, a moeda retomou o nome de Cruzeiro. Nesta mudança não ocorreu corte de zeros.

CRUZEIRO REAL: já em preparação para o Plano Real, o governo de Itamar Franco criou o Cruzeiro Real que entrou em circulação em 1 de agosto de 1993. Houve o corte de três zeros.

REAL: moeda que entrou em circulação em 1 de julho de 1994, durante o Plano Real, implementado no governo de Itamar Franco. Os brasileiros tiveram que trocar a moeda antiga pela nova (2.750 Cruzeiros Reais por 1 Real). O Real (R$) é a moeda em circulação até os dias de hoje.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

SIVUCA E O OUVIDO QUE NÃO É PENICO

"A música é dividida em duas: a boa e a ruim. A ruim se acaba e a boa fica e vira clássica."


sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

FINALMENTE







"Finalmente!", foi a exclamação do papa Francisco ao se encontrar com o patriarca de Moscou, Kirill, na primeira reunião em mil anos entre os líderes das igrejas Católica e Ortodoxa Russa.

"Somos irmãos", disse o pontífice logo em seguida, em espanhol.

A certo ponto, Kirill afirmou: "Agora as coisas serão mais fáceis". Como resposta, Jorge Bergoglio declarou: "Está claro que essa é a vontade de Deus". Os dois líderes estão acompanhados por tradutores.

O inédito encontro começou logo após o desembarque do papa no Aeroporto Internacional José Martí, em Havana, capital de Cuba.

Ao descer do avião da Alitalia que o levou, Francisco foi recebido pelo presidente Raúl Castro, que o acompanhou até o local do cara a cara com o líder ortodoxo.

Os dois religiosos se cumprimentaram com um afetuoso abraço e beijos na bochecha. A reunião durou cerca de duas horas, ao fim das quais eles trocaram presentes, fizeram um breve discurso para a imprensa e assinaram uma declaração conjunta, acertada previamente pelos assessores diplomáticos de ambos os lados

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

CELSO FURTADO E SUAS IDEIAS



"Não há idéias do passado nem do presente. Há idéias certas e erradas."

Celso Monteiro Furtado (Pombal, 26 de julho de 1920 — Rio de Janeiro, 20 de novembro de 2004) foi um economista e pensador brasileiro, responsável pela arquitetura de muitas das políticas de cunho econômico arquitetadas no Brasil nas últimas décadas. Adepto de uma atitude intervencionista no funcionamento da economia, seu pensamento apresenta-se, sob vários aspectos, em sintonia com as ideias promovidas pela CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina), órgão da ONU criado para auxiliar os países latino-americanos no desenvolvimento de ações econômicas que permitam seu progresso financeiro e econômico.

Foi Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1944), Doutor em Economia (1948) pela Universidade de Paris (Sorbonne). Realizou estudos de pós-graduação na Universidade de Cambridge, Inglaterra (1957), sendo Fellow do King`s College. Participou da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. Após a participação na Força Expedicionária, atua como técnico de administração do governo brasileiro, entre 1944 e 45, tornando-se depois economista da Fundação Getúlio Vargas entre 1948 e 49.

Nesse mesmo ano torna-se diretor diretor da Divisão de Desenvolvimento da CEPAL, onde permanecerá até 1957, colaborando com o famoso economista argentino Raul Prebisch na concepção de um enfoque estruturalista da realidade socioeconômica da América Latina, visão que dominaria os trabalhos elaborados pela mesma comissão.

No ano seguinte, ocupa o cargo de diretor do BNDE (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico) onde permanecerá por um ano, para logo depois ser convidado pelo presidente Juscelino Kubitschek para elaborar o Plano de Desenvolvimento do Nordeste, que daria origem à SUDENE, órgão pelo qual foi responsável durante cinco anos (1959-64).

Em 1962, o recém-criado Ministério do Planejamento tem Furtado como seu primeiro titular, mas, com o advento do Regime Militar, seus direitos políticos são cassados por meio do AI-1, passando então a dedicar-se à pesquisa e ao ensino. Com a redemocratização, volta a ocupar cargos estatais e continua colaborando com trabalhos e pesquisas, sendo que a 7 de agosto de 1997 ascende à cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras e em 2003 torna-se membro da Academia Brasileira de Ciências.

Seu pensamento econômico é ainda bastante atual, pois muito de seus conceitos podem ser vistos na contemporânea política econômica brasileira, sendo que o mérito deste é o de aliar pensamento econômico e história, não deixando de lado a conotação social e até mesmo a profunda análise humanitária que este consegue conciliar ante uma área do conhecimento notoriamente conhecida pelo seu excesso de pragmatismo. Este diferencial em seu estudo faz com que Celso Furtado figure entre os maiores estudiosos do campo econômico.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

AOS APROVEITADORES DO LUTO ALHEIO

É lamentável o que tentaram fazer com a triste partida do Tenente da PM. Algumas pessoas politizaram o fato e desceram aos mais baixos níveis para acusar o Governo do Estado da Paraíba, mas esqueceram que por trás de toda essa politização existe gente. Existe a vida de um jovem que foi interrompida em serviço, que há uma perda irreparável para uma família, e tudo isto foi feito pelo simples fato de tentar levar pânico à sociedade e angariar simpatia para o próximo pleito eleitoral.


Textos longos e pequenos, mas sempre com o dedo em riste apontando culpa como se os dirigentes do Estado e da própria PM tivessem puxado o gatilho que ceifou a vida do militar, que inclusive estava fazendo o que mais a sociedade cobra e ele gostava, que era defender-nos desta nódoa Nacional, que é a violência.

Que o espírito do jovem Ulisses Costa seja bem recebido nos campos do Senhor e que seus familiares recebam, de Deus, o conforto por tamanha ausência.


Quanto aos aproveitadores do luto alheio, eu só posso pedir que melhorem. Vocês já foram mais criativos e menos desrespeitosos. 


terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

DILMA, O CONGRESSO, E A VAIA DE MENINO BUCHUDO


Dilma foi ao Congresso Nacional, hoje, e levou mensagem, abrindo assim o ano legislativo. Estava ladeada por duas santidades: Renan Calheiros e Eduardo Cunha. Tomou uma estúpida vaia dos nobres parlamentares que estavam sentados no plenário. Longe de mim de afirmar que o governo dela vai bem e que ta tudo certo, até porque a crise ta ai consumindo toda nossa estabilidade e ela tem culpa no cartório, mas vaiar uma chefe de Estado é molecagem.
Nos EUA, Obama tem uma oposição ferrenha e sempre vai ao Congresso. O debate é em alto nível e não tem vaia. Ele é encostado na parede e não deixa de ser duramente questionado.
Agora eu fico me perguntando: dos que vaiaram a Dilma, quantos resistem a meia hora de investigação da PF?
Jogar pra galera é fácil, quero ver é fazer oposição responsável e agir com ações para o povo. O Brasil não tem mais tempo a perder com essas coisinhas miúdas de menino buchudo.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O PONTO DE CEM RÉIS, A FEIRA DE OITIZEIRO E A ESTÁTUA QUE NÃO PODE CORRER.


Passei no Ponto de Cem Réis e pensei que estava no mercado de Oitizeiro, com todo respeito que aquela feira merece. Tinha milho, laranja, churrus, banana, sombrinha, cinturão, controle remoto, pombo, catinga e até galinha eu vi um senhor vender. O monumento de Vidal de Negreiros parece um chiqueiro de porco e, do outro lado, observando todo esse camelódromo, a estátua do inesquecível Livardo Alves, que envergonhada, só não saiu correndo porque é pregada no banco. Confesso, me quedei entristecido com o abandono do local, que tá parecendo uma feira de mangaio

Que coisa!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

RICARDO COUTINHO E O CHORORÔ DAS AVES DE MAU AGOURO

Quem conhece, mesmo que de longe, a forma de administrar do Governador Ricardo Coutinho​ já sabia que esses comentários levantados pela oposição, sobre a possibilidade de atraso na folha de pagamento dos funcionários do Estado era mera cortina de fumaça por falta de argumentos sólidos para o debate construtivo. A cada fofoca a resposta vem com a continuidade do trabalho sério e eficiente. Diziam que os proventos não sairiam, mas vão sair e dentro do mês trabalhado, como se tornou hábito.

O mago vem se tornando profundo destruidor das aves de mau agouro.



sábado, 16 de janeiro de 2016

EITA PIULA, O ANO COMEÇOU BEM....


Todos nas fotos temos mais de quarenta e uns mais de cinquenta, mas o que isto quer dizer? Nada! Absolutamente coisa alguma. Nos reunimos décadas após nos vermos e foi excelente. Surgiram histórias que nunca contei ao meu filho, mas ele estava lá e ouviu bem concentrado, como quem mais tarde iria me perguntar: pai o senhor fez aquilo mesmo? Fiz, filho, e me orgulho de tudo que você escutou. Direi a ele.

Minhas melhores recordações me encaminham ao bucólico bairro de Jaguaribe, onde nasci e me criei. Não havia maldade e as casas ainda podiam dormir com as portas abertas. Todos se frequentavam e sempre havia um amigo pronto para qualquer situação, mesmo que fosse para quebrar jarros.

Era um ninho de sabiá na frente da casa de Gibinha e Roberto, carambolas na de Ido e Êdo, War na de Paulo, Jambo na de Tute, ping pong na mesa da cozinha de Joãozinho e Vépo, além de vôlei onde tivesse um campinho, que por sinal era vizinho lá de casa.  Lembramo-nos do peru na árvore, do mamão que virou doce, do portão pintado com graxa, das lâmpadas de natal e do velho e bom jogo de luz. 

Os assuntos fluíam e, na época,  alguns eram inconfessáveis, mas o tempo passou e se transformaram em boas recordações. Aliás, eu queria dizer, em extraordinárias recordações.


Obrigações e distância impediram o reencontro com todos, mas ficou o gosto de quero mais e a necessidade da repetição.




sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIDA - PLACAS NA CIDADE



José Américo de Almeida (Areia, 10 de janeiro de 1887 — João Pessoa, 10 de marçode 1980) foi um romancista, ensaísta, poeta,cronista, político, advogado, professor universitário, folclorista e sociólogo brasileiro

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

E COMO SERÁ DEPOIS DO ANO NOVO?

Hoje é 31/12/2015 e amanhã será 01/01/2016, conforme o calendário gregoriano. O que isto trará de transformação para grande parte das pessoas? Nada!
Em todo lugar é festa, excesso e declarações de feliz ano novo. Mas, aqui pra nós, é importante informar que essa modificação dos meses só representará algo se as ações forem executadas com a intenção de progresso e determinação.
Portanto, aproveite a data, mas não se engane, pois nada muda se você continuar da mesma forma. Seja a mudança que você precisa!
Lembre-se: daqui um ano você vai se arrepender se não tiver começado hoje.


domingo, 27 de dezembro de 2015

AGRESSÃO A CHICO BUARQUE FOI A GOTA D`ÁGUA

A agressão a Chico Buarque foi a gota d'água. Quem não concorda com um determinado posicionamento de outrem não pode intimidar. Tem que debater. Imagine se quem gosta do azul for encurralar os que gostam da cor verde?


sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

ANIVERSARIANTE DO DIA

Já já é o aniversário de 2015 anos de Jesus. Enquanto em matéria, nos deixou um exemplo de determinação, humildade e compreensão. Em espírito, é tudo isso que sabemos e nos influência na vida.
É nosso Irmão e Deus é Pai.