domingo, 29 de janeiro de 2017

E SE A PLACA DO CARRO DO PLAYBOY VOADOR NÃO TIVESSE CAÍDO?




Trabalhando, Diogo estava no lugar certo, na hora exata, mas pegou pela frente a pessoa errada. Apesar do clamor popular, das mídias sociais não calarem, da imprensa ter botado a boca no mundo, o caso ainda não andou. Uma semana que o rapaz foi pro andar  de cima, o atropelador fujão continua a nadar de braçadas nas possibilidades da Lei. Caso uma pessoa normal (liso), pobre, sem curso superior, tivesse feito algo parecido já teria se mudado de mala e cuia para a rua Conceição Cabral, lá no baixo Roger, onde fica o Flósculo da Nóbrega, para os mais íntimos o presídio do Roger.

Fico me perguntando: se a placa não tivesse caído o playboy voador podia negar a autoria do crime. Com tudo exposto é desta forma que estamos vendo, imagine se a tese da defesa fosse por negar o fato?


Como o imponderável sempre acontece, Nelson Rodrigues liberou o seu amigo, o Sobrenatural de Almeida, e transformou o azarento torcedor fluminense em mecânico para tirar o parafuso da placa para que ela caísse no asfalto a denunciar o menino que achava poder tudo.



Apesar do carro valer mais de meio milhão o fofoqueiro foi um parafuso que vale quase nada.

O GOVERNO FEDERAL TÁ NEM AÍ E A BRONCA SOPRA PRÁ POLÍCIA MILITAR



O Governo Federal nada faz e a culpa é jogada para a Polícia Militar dos Estados. Faz tempo que o crime se organizou e isto ser tratado de forma individual é tentar enxugar gelo. Já passou da hora de termos o Ministério da  Segurança Pública e o Governador Ricardo Coutinho já abriu essa discussão tem mais de ano. Sempre dizemos que aqui ta ruim, mas quem mora de Norte a Sul diz a mesma coisa. Uma prova disto são algumas comunidades do Rio de Janeiro que a polícia nem entra.  O Rio Grande do Norte está o desmantelo que sabemos. 

Não existe uma cidade, sequer, no Brasil que o cidadão se sinta seguro, infelizmente. Quem souber me avise.

domingo, 22 de janeiro de 2017

DIOGO NÃO TINHA SAÍDA: ERA ESPETO OU BRASA. SÃO AS TRAPAÇAS DA SORTE.



Por um momento apenas retornaremos 30 segundos antes do atropelamento do Diogo:

Imaginemos:

O agente da Lei Seca pede que o motorista pare o carro, Rodolfho Carlos acelera e foge. Diogo saca a arma e atira.

Pronto, basta isto.

Hoje, ao invés de se encontrar lutando pela vida no Hospital de Traumas o rapaz estaria preso na central de polícia e a Tv Cabo Branco, rádios do grupo, o Jornal da Paraíba, e alguns blogs estariam descendo a madeira, noticiando exagero por parte daquele que estava cumprindo a missão que lhe foi confiada e era lenha no governo do Estado também. 

Pois é, não havia uma terceira via. Aquela situação era de se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Duas opções para um confusão só. O inferno estava feito. 

A culpa foi do Diogo que ousou cumprir a lei mexer com gente Rica. 

A roda grande ta passando dentro da pequena

sábado, 21 de janeiro de 2017

PLAYBOY PASSA POR CIMA DE AGENTE DA LEI SECA. E AGORA?


Reina silêncio na torre da TV Cabo Branco. Se fosse ao contrário, o agente de trânsito já estaria exposto até no programa de Ana Maria Braga e do Louro José. É a velha lei: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço


sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

PAI, AFASTA DE MIM ESTE CÁLICE.

Interessante, um cara como Eduardo Campos, com idéias para mudar o país, morreu em um Vôo. Ontem um outro que poderia mudar os rumos do país, também morreu em acidente aéreo. Por que as raras probabilidades da vida só acontecem com raras pessoas com propósitos diferenciados para melhorar a vida dos brasileiros? Algo têm.



quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A ÁGUA VAI CHEGAR. VIVA O TRABALHO





As águas do Velho Chico estão chegando e já tem gente, que até torceu contra e tentou botar terra, querendo tirar proveito daquela grande obra, que será a redenção para o nosso sertão do povo honrado e trabalhador.
O governo do Estado da Paraíba, através do Governador Ricardo Coutinho, fez e está fazendo a sua parte, onde falta pouco para as águas da transposição cruzarem as divisas da Paraíba e transformar o sofrimento em esperança, materializando um sonho do povo nordestino que iniciou no governo Lula.
Viva a Paraíba!

O BRASIL E OS ÚLTIMOS DIAS DE POMPÉIA

Hoje, no Paraná, 05 presidiários deixaram temporariamente o presídio e, algemados no camburão, foram tomar posse na câmara dos vereadores de Foz do Iguaçu, já que foram reeleitos. Após a importante solenidade, que durou 15 minutos, retornaram ao xilindró. O salário será de apenas R$9.082,00

É triste, mas é verdade.

Esse país tem jeito? 



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

VIVA O TRABALHO

A frase "RECURSOS PRÓPRIOS" era quase inexistente nas obras do Governo do Estado. Bastou um Governador que sabe administrar entrar no Palácio da Redenção para que ela voltasse a ser usada.
Viva a Paraíba!


domingo, 8 de janeiro de 2017

O PELICANO

Nas páginas do Dicionário Enciclopédico da Maçonaria existe a seguinte descrição sobre o pelicano: "Símbolo maçônico representado pelo pelicano derramando sangue pelos seus filhotes a que foi adotado pela maçonaria. Na antiga arte cristã, o pelicano era considerado emblema do salvador".

sábado, 7 de janeiro de 2017

MARCAS DE BATOM NO BANHEIRO





Numa escola de elite em SP estava ocorrendo uma situação inusitada: meninas que usavam batom, todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom. O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom...

Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro e explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora. No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram...
No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho. Nunca mais apareceram marcas no espelho!

Moral da história: Há professores e há educadores...


Comunicar é sempre um desafio!

Às vezes, precisamos usar métodos diferentes para alcançar certos resultados.
Por quê?
*Porque a bondade que nunca repreende não é bondade: é passividade.
*Porque a paciência que nunca se esgota não é paciência: é subserviência.
*Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade: é indiferença.
*Porque a tolerância que nunca replica não é tolerância: é imbecilidade.

"O saber a gente aprende com os livros, a sabedoria se aprende com a vida"

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

PERSEU, MEU AMIGÃO.

Pergunta: Como faço para saber se posso confiar em alguém? 

Resposta:  Se latir é confiável 100%


DIA DE REIS: COMO ERA ANTIGAMENTE.

Hoje é dia de Reis. Na minha infância, idos que não voltam mais, comíamos romã e desmontávamos a árvore de natal.



domingo, 1 de janeiro de 2017

COMEÇANDO 2017

Entardecer na Praia do Jacaré, ladeado por Sérgio e o Sebastião. 



COMEÇOU - JÁ ESTAMOS EM 2017


Praia do Bessa, João Pessoa/PB - 01/01/2017, Às 00:15" 


sábado, 31 de dezembro de 2016

PARTILHAR: É IMPOSSÍVEL SER FELIZ SOZINHO.


Partilhar é dividir em muitas partes e repartir o muito ou pouco que se tem. Pois bem, dito isto, as lições da vida não param de chegar.

Último dia útil do ano, muita coisa com situações pendentes, a fome se tornou segundo plano e o almoço veio apenas por mera obrigação da necessidade. Comigo funciona assim. Comi pouco mais da metade de uma quentinha e descartei o resto. De logo, fui surpreendido com uma frase no mínimo interessante e que me caiu como um raio; - "joga fora não, guarda na geladeira que alguém come depois.". Pensei, me questionando: Como alguém vai comer esta sobra?

Naquele momento foi como se o tempo tivesse parado na minha frente para que eu assistisse um filme do que se passa nas comunidades que conheço, nas que nem sei que existem, em Alepo, e nos que perambulam pelas ruas. Tem muita gente que passa fome e não tem nada, nem esperança. Complicado, né não?

Quem me conhece sabe que sou de dividir, de partilhar, e que tenho o pensamento de que ninguém pode ser feliz sozinho. A vaidade do feito unicamente por mim nunca me acompanhou. Se a obra tem vários executores todos tem que aparecer, mas aquela frase me trouxe a reflexão do egoísmo que precisa ser atacado.

Um som de menos de 15 segundos me fez parar pra pensar que posso fazer muito mais.




sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

TECNOLANDOS 1986 - PARECE QUE FOI ONTEM.

Bem, pra início de conversa, é necessário que se diga: Nas imagens a seguir todos os homens estão com mais de quarenta e tantos anos e todas as mulheres aparentam menos de vinte e cinco. Fizemos trinta anos que inciamos um curso de mecânica na extinta, mas de saudosa memória, Escola Técnica Federal da Paraíba. Era um tempo de dinheiro curto, duas pareias de roupa por ano, caldo de cana com pão doce, mas de extrema felicidade. Na turma tinha gente do litoral ao sertão e a zueira era grande. Ainda bem que não existia esse tal de bulling. Alguns não tiveram como comparecer e fizeram uma falta danada, mas não faltarão oportunidades. Além do reencontro, o melhor de tudo é saber que formamos uma legião de homens e mulheres de bem e que, apesar das dificuldades de cada um, ninguém se desviou nas armadilhas da vida.

Viva Deus! .  





domingo, 18 de dezembro de 2016

E A NOITE SER FEZ DIA PARA ELA SER FELIZ.


Sou suspeito pra falar, mas ela é fora de série. Só agradeço pela vida e saúde dela. 

Gabriela, minha filha, parabéns!

Viva Deus! .



sábado, 17 de dezembro de 2016

AS LAVADEIRAS ESTÃO VOLTANDO

Nos idos que não voltam mais, na biqueira do telhado da ETFPB, tinha muita andorinha. A gente também chamava de lavadeira, mas chegaram os pardais e acabaram com tudo. É a vida resistindo em meio ao caos urbano.



sábado, 10 de dezembro de 2016

ETIQUETAS

Essa música é do interminável Carlos Colla e é bacana de ouvir através do voz de Agnaldo Timóteo. Podia ser chamada de hino ao amor, mas não é. Esse hino quem gravou foi Altemar Dutra que está no céu. Olha ai, Simone Helena, É pra tu!


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

QUAL E DIFERENÇA ENTRE SEU ZÉ DA VENDA E RENAN CALHEIROS?


Se seu Zé da venda deixar de pagar uma prestação do carro e for acionado o Oficial de Justiça vai na casa dele pra fazer a busca e apreensão. Perderá o carro e ficará a pé. Mas caso tente "driblar" o Oficial poderá tomar uma cadeia das grandes. Seu Zé da venda é miudinho. Se fosse Presidente do Senado podia casar e batizar.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

SERÁ QUE A OBRA DA AV BEIRA RIO TERMINA ANTES DO FIM DO MUNDO?


A obra da Av Beira Rio era pra ter sido entregue em Fevereiro/2016 e ainda se arrasta de forma melancólica. Atente que demorará meses para concluir a primeira ponte que ligará o bairro ao centro, onde falta a Prefeitura iniciar a segunda ponte que dará fluidez ao trânsito do centro para a praia. Já vimos o início e o fim das obras do Trevo das Mangabeiras, de quase a totalidade do Viaduto do Geisel e até a reconstrução da Barragem de Camará, mas, lamentavelmente, não sabemos quando a PMJP terminará a primeira ponte e começará a segunda. Que situação!


domingo, 27 de novembro de 2016

NOSSA SENHORA DA PENHA, ROGAI POR NÓS!


A procissão de Nossa Senhora da Penha segue do Leste para o Oeste, onde aproximadamente 500 mil fies acompanham o andor, pagam promessas e professam a fé. Que toda essa energia seja canalizada para curar a humanidade desta fase difícil que estamos passando. 


Viva Deus!

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

GAROTINHO: A PALAVRA TEM PODER


UNIVERSO PARALELO

E ai, será que a Terra é o único planeta habitado ou existem outros, mas desconhecemos?
Eu acho que tem!



segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O QUE JÁ ESTAVA RUIM PIOROU: MAIS UMA AVENTURA NO TRÂNSITO DE JOÃO PESSOA

A PREFEITURA DE JOÃO PESSOA SEGUE CUMPRINDO COM A ROTINA DE FAZER BOBAGENS: A CIDADE ENCONTRA-SE AO DEUS DARÁ.





"Semob fecha ruas e provoca caos no trânsito de João Pessoa.
As alterações na circulação de veículos feitas Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) em ruas da Capital provocou o caos no trânsito na área central de João Pessoa no início da tarde desta segunda-feira (14), véspera de feriado da Proclamação da República. Deixou motoristas desorientados e pedestres confusos."

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

CARTOLA, UM HOMEM SIMPLES QUE MARCOU HISTÓRIA


Cartola foi um expoente na música brasileira. Homem simples, estudo precário, mas com sensibilidade e inteligência sem limites. Inspirou gerações com o que escrevia e se chamava Agenor, nome, inclusive, que foi dado ao cantor Cazuza como forma de uma homenagem por sua carreira e obra. Cartola fez o texto da imagem, que se tornou música, para uma filha, que com pouca idade achava que de tudo já sabia e que era dona do próprio nariz. 

sábado, 5 de novembro de 2016

RICARDO COUTINHO EM PROJEÇÃO NACIONAL

PESQUISA APONTA RICARDO COUTINHO COMO O GOVERNADOR MAIS BEM AVALIADO DO BRASIL.

Reportagem publicada nesta segunda-feira (5) pelo Jornal O Estado de São Paulo, com base em pesquisas do Ibope, revela que o governador Ricardo Coutinho (PSB) é atualmente o mais bem avaliado entre as capitais brasileiras.
De acordo com matéria, com o levantamento, o chefe do executivo paraibano tem 61% de ótimo/bom em João Pessoa, contrariando a tendência nacional.
O índice de aprovação é quase três vezes maior que a média do País (24%). Dos 26 governadores, 16 têm avaliação negativa nas principais cidades dos estados que governam.
Na análise do colunista José Roberto Toledo, que assina a reportagem, os governadores que estão no segundo mandato poderiam sofrer com o desgaste de estar há mais tempo no poder, causando desprestígio entre os eleitores, o que não aconteceu em João Pessoa.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

QUAL BENEFÍCIO O MINISTRO TROUXE PARA O AÇUDE DE BOQUEIRÃO?

Todos sabemos que o Governo Estadual, através do trabalho do Governador Ricardo Coutinho, vem fazendo várias obras nas mais diversas regiões do Estado da Paraíba e isto não é novidade pra ninguém. Particularmente, em João Pessoa são várias obras de mobilidade e uma, em particular, vem causando uma ciumeira danada em quem já teve oportunidade de fazer, mas que por incompetência e cassação de mandato nunca nem ousou tirar esse projeto do papel. Trouxeram um Ministro, o mesmo que retirou o dinheiro das contas do Estado, para fiscalizar a obra, e fizeram um estardalhaço medonho, como se ele, a marionete ministerial, fosse o salvador da última pipoca dentro do saco cheio de sal. Fiscalizar o que? nada, é claro! Se juntaram para fazer um palanque político num ano deveras preocupante, inclusive com a seca que assola o Nordeste e tem deixado em níveis preocupantes vários reservatórios na região. Até o Epitácio Pessoa, em Campina Grande, que tem marca negativa histórica, segue preocupando a todos nós. Ai deixo uma pergunta: Será que o homem do beijo e do abraço, aquele mesmo que pintou todos os prédios públicos de verde e obrigou os servidores estaduais a contraírem empréstimo para receberem o próprio décimo terceiro salário, levou o Ministro pra ver como se encontra o açude de Boqueirão?

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A CRISE TÁ BRABA, MAS A PARAÍBA ESTÁ BEM ADMINISTRADA


Das 27 unidades Federativas só dez mantém o pagamento dos salários em dia. A Paraíba e mais nove. Tem Estado que tá dividindo em três vezes e voltou ao tempo do vale. O Governador Ricardo Coutinho anunciou que pagará, integralmente, amanhã e na próxima segunda-feira. Pagar é obrigação, como sabemos, mas diante do desmantêlo que estamos vendo é importante observar, para o desespero das aves de agouro ruim, que aqui continua a todo vapor.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

DANIEL , O DANN, VAI USAR O TWITTER NO CÉU

Rapaz tranquilo, de fácil conviver e era comprometido com o que se destinava fazer, mas hoje, dia das crianças e da padroeira do Brasil, foi chamado para tocar as mídias sociais lá do céu. Deus o tenha e conforte a família. Deixa saudades e fará falta! 

sábado, 3 de setembro de 2016

CARTAXO, O LENTO, MAQUEIA A CIDADE E JOGA OS 400 ANOS DE JOÃO PESSOA À PRÓPRIA SORTE

Na frente da Estação Ferroviária tem um relógio solar em comemoração dos 400 anos da cidade de João Pessoa, mas foi abandonado e quando chove serve de maternidade pra mosquito. Já no verão quem comanda a área são os ratos.
Em qualquer lugar do mundo seria um local para visitação de turistas, mas aqui é um desmatêlo.
E o homem ainda diz que tá mais experiente.
Oremos!

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

PRA CONSERTAR O DESMANTELO, OS BONS VENTOS ESTÃO CHEGANDO

Cida e Wilson caminharão com o Governador Ricardo Coutinho para que João Pessoa saia desta lentidão incompetente. É inconcebível que a gestão de Cartaxo demore quase dois anos e meio pra construir uma ponte. Agora o Prefeito copia o guia eleitoral de Cássio Cunha Lima da campanha de 2014 e pede voto porque tá mais experiente. Experiente em quê? Ta lascando a cidade. 


Tudo é atrasado e pouco planejado.


Isto é experiencia?


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CARTAXO, O PREFEITO LENTO, QUASE PARANDO.

Em um ano o Governo do Estado entregou o Trevo das Mangabeiras, a duplicação da Av Cruz das Armas e já já termina o Viaduto do Geisel. Enquanto isto, continua o velório da ponte da Av Beira Rio que Cartaxo começou em 13/06/2014 (dois anos e dois meses).
O Prefeito pode até editar imagens e jogar no guia eleitoral pra tentar criar uma nuvem de fumaça sobre sua lerdeza, mas como administrador ele é fraco.
É o fim!


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

DE JAGUARIBE À GAMELEIRA FOI GENTE COM FORÇA. PARECIA UM FORMIGUEIRO

A bem da verdade esta foto não é minha, mas gostaria de ter feito o registro, até porque do mesmo local olhei pra trás e vi a fileira de carros ladeira acima. Saindo do bom e velho Jaguaribe, parte da região Sul foi atravessada e o final teve por testemunho o Largo da Gameleira. Foi gente em banda de lata e ninguém arredou o pé. Além do tamanho da carreata o que me impressionou foi o envolvimento popular. Calçadas cheias e o povo afirmando que se faz necessário um olhar mais atencioso para a cidade que aprendeu a ser exigente com seus gestores. Antes do Governador Ricardo Coutinho ter sido Prefeito de João Pessoa qualquer coisa era bem-vinda porque não havia parâmetro, uma régua sequer para medir o quanto era possível fazer. Agora não! Todo mundo sabe que existe a possibilidade de realizar muito e quem tentar maquiar a cidade, como vem sendo feito, será cobrado nas urnas. Cida colocará nos trilhos o que descarrilou. Retomará o projeto que mais fez a capital avançar. Muitos lembram que os PSFs funcionavam em casas alugadas, que Terminal de Integração foi construído em 100 dias e que seria, hoje, impensável ir à UFPB sem a duplicação da Av Dom Pedro II. Lamentavelmente, na contra mão do Trevo da Mangabeiras e do Viaduto do Geisel, o primeiro já entregue e o segundo faltando quase nada, observamos aquela ponte da beira, onde a construção se arrasta tem quase dois anos e meio e ainda não chegou a 50% da execução total. Falta planejamento e capacidade a esta estéril administração municipal. 

O tempo dirá!



sábado, 27 de agosto de 2016

A CALÇADINHA DAS MANSÕES DE CABO BRANCO E A PROMESSA DE ACABAR COM A AGONIA ENTRE MANGABEIRA E O VALENTINA.


Toda vez que chove a situação é a mesma; só passa ônibus e o risco é grande de ficar no meio da enchente. Se for contando os passos é provável morrer afogado. Quem vai trabalhar tem que tomar outro rumo pra não chegar atrasado e os que vão pra escola, se não prestarem atenção molharão os livros e até lanche dentro da bolsa. Contudo, esta situação estava perto de acabar, assim disse o Prefeito Luciano Cartaxo na última campanha de 2012, quando namorava com a principal cadeira, aquela que fica bem pertinho da chave do erário municipal. O tempo foi passando e os olhares do homem foram migrando para o mar. Mandou fazer, com o nosso dinheiro, a calçada das mansões e dos prédios luxuosos da orla e esqueceu que quem nada é peixe. Minha gente, quando chove, o ir e vir de Mangabeira para o Valentina se torna um ato de bravura, diante do volume de água, mas tem jeito. Basta fazer a prometida ponte. Só não precisa demorar tanto, como aquela perto do girador do Altiplano que já se arrasta por dois anos e meio. 

Nada contra o que foi feito em Cabo Branco, mas a prioridade devia ser outra. Bairro que mora o tal do pobre sofre!

domingo, 7 de agosto de 2016

APL - FUI, VI E GOSTEI: VOU VOLTAR!


Semana passada fui na APL - Academia Paraibana de Letras e o lugar é excelente. Exala cultura e história ao mesmo tempo. Por uma década trabalhei na rua Duque de Caxias e nunca entrei, mas como tudo na vida tem a hora certa, agora escrevo sobre o que sempre quis conhecer. Ambiente muito bem cuidado, organizado, livros disponíveis e acesso liberado. A senhora que me atendeu é extremamente receptiva, mas me passou, subliminarmente, uma frustração: a baixa visitação da casa chega a incomodar. É como se aquela funcionária desejasse que a fonte de conhecimento, lá existente, fosse aproveitada por todo mundo, mas o interesse é abaixo do que deveria ser.

Salas com móveis tinindo, estátuas, objetos antigos, quadros riquíssimos em história, espaço sobre Augusto dos Anjos, auditório no mezanino, jardim lateral com imagens de acadêmicos e muita sabedoria. Lá é assim.

Vale a pena!

sábado, 6 de agosto de 2016

RIO 2016: FORA TEMER E A PRIMEIRA MEDALHA DE OURO DA ARGENTINA

Quando a gente olha o histórico de honestidade dos protagonistas desta situação é pra rir e chorar ao mesmo tempo. Dia seguinte a votação da autorização de abertura do processo de impedimento já teve gente, que votou favorável, recebendo um substancial bom dia da Polícia Federal por trambique e depois muitos outros idem. Até o Eduardo Cunha, o pai desta bagaceira, já tá no bico do abutre. Portanto, que o jogo democrático seja respeitado e #ForaTemer



sexta-feira, 5 de agosto de 2016

MENINOS, EU VI!


Além de meninos, eu vi adulto e idoso pulando num pé só. Era gente que não cabia uma banda de lata. No lado de dentro e no de fora, do Clube Cabo Branco, não havia espaço pra mais ninguém e não se arredava o pé. Um calor danado, uma gritaria ensurdecedora e todo mundo se entendendo e enviando energias para aquela que irá comandar os destinos de João Pessoa em 2017. A história de vida e superação de Cida já nos induz a imaginar como ela irá transformar o que temos para o que virá.

#VivaoTrabalho


sábado, 30 de julho de 2016

BALAIO DE GATOS NA POLÍTICA DE JOÃO PESSOA


Com relação a este balaio de gatos entre: Cartaxo, Cássio, Mané Jr e Maranhão, me lembrei da campanha de 2014, onde iniciou-se com um candidato quase ja eleito e diplomado, como muitos afirmavam, mas o resultado todo mundo sabe qual foi.
É inegável os avanços e capacidade administrativa do projeto do PSB e do Governador Ricardo Coutinho.
Quem vota é o povo!

quinta-feira, 28 de julho de 2016

JAGUARIBE E SEUS ENCANTOS: EU SOU DA GEMA

Nasci na Candida Vargas, me criei no aceiro da mata, estudei nos estaduais de Jaguaribe e ABC. Depois: 7 de setembro e ETFPB. Derrubei o Judas e joguei bola no Carecão. Mais autêntico é impossível! 




sábado, 23 de julho de 2016

VIADUTO DO GEISEL: FALTA POUCO PRA BOTAR A DOMINGUEIRA

Antigamente as coisas eram mais difíceis e ter o que vestir era quase artigo de luxo. A roupa mais bonita e que dava pra comprar a gente botava em dias especiais ou na missa do domingo. Era a famosa domingueira. O dinheiro era curto e comprávamos, quando metíamos o martelo no minhaeiro, duas pareias de roupas por ano; uma para o São João e outra para o fim de ano. Lembrei-me disto ao passar hoje no Viaduto do Geisel. O puxa-encolhe já acabou para quem segue de João Pessoa à Bayeux e aquele sinal que não deixava ninguém passar dos setenta por hora foi pra o beleléu e não existe mais. É quinta marcha na tranquilidade.

Já foi feito bem mais do que falta para terminar e, muito em breve, estará sendo entregue pelo Governador Ricardo Coutinho, conforme noticiado. Desafogará aquela agonia dos carros um por cima do outro e será a maior obra de mobilidade urbana de João Pessoa até então. As aves de agouro ruim estão se roendo, mas tem jeito não. O viaduto Eduardo Campos já foi uma necessidade, transformou-se em projeto e agora é realidade.

Esses dias vou botar a domingueira e estarei lá para ver que o engarrafamento foi ferido de morte e acabou

Viva o Trabalho! 



sexta-feira, 22 de julho de 2016

ALGUNS DIRÃO: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

ALGUNS DIRIAM: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

sábado, 16 de julho de 2016

A HISTÓRIA NA BEIRA DO ESQUECIMENTO

Esta placa se torna quase invisível aos que passam na calçada e, ainda mais, a quem devia cuidar da nossa história. Coberta por tinta e esquecida na parede, registra informação dos tempos que não voltam mais. Certamente, o motivo de existir o nome da rua é pelo registro apontado na beira dessa casa azul. Fica na frente da antiga sede social do Clube Cabo Branco, entre a Igreja da Misericórdia e o edifício dos 18 andares.






terça-feira, 12 de julho de 2016

ARIANO SUASSUNA: QUEM FOI TEMPERAR O CHORO E ACABOU SALGANDO O PRANTO?




video

Se eu conversasse com Deus
Iria lhe perguntar:
Por que é que sofremos tanto
Quando viemos pra cá?
Que dívida é essa
Que a gente tem que morrer pra pagar?
Perguntaria também:
Como é que ele é feito
Que não dorme, que não come
E assim vive satisfeito.
Por que foi que ele não fez
A gente do mesmo jeito?
Por que existem uns felizes
E outros que sofrem tanto?
Nascemos do mesmo jeito,
Moramos no mesmo canto.
Quem foi temperar o choro
E acabou salgando o pranto?”

Poeta Leandro Gomes de Barros