domingo, 28 de julho de 2013

CARRO ZERO KM E O "OTÁRIO" CONSUMIDOR BRASILEIRO


SE VOCÊ OUSAR ASSISTIR O VÍDEO ABAIXO VAI SE SENTIR UM BRASILEIRO ENGANADO PELO PODER PÚBLICO, UM VERDADEIRO OTÁRIO.





sábado, 27 de julho de 2013

A MAIOR AUTORIDADE É O EXEMPLO



A MAIOR AUTORIDADE, O MAIS ALTO GRAU É O EXEMPLO. 

A BONDADE SEMPRE VENCE! 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

E ASSIM SE PASSARAM 17 ANOS



Hoje aquele que é meu grande e melhor amigo está completando mais um ano de vida. Completando mais um ciclo de uma jornada que perdurará por muitos e muitos anos. 

Agradeço todos os dias por poder te chamar de pai, por D-us ter me dado um amigo tão fiel, tão dedicado, tão amoroso, tão chato quando necessário, conselheiro, ouvinte e teimoso.

Agradeço pelos puxões de orelha, pelos conselhos e até pelas discussões. Isso ajudou a formar meu caráter e minha personalidade e ajudou a me tornar um homem de bem.

Parabéns, pai. Te desejo muita paz, saúde, felicidades, sucesso na sua carreira profissional e muitos anos de vida.

Desculpe-me por todo trabalho que dei, mas apenas pequei por tentar ser igual a você, menos sabendo que não chegarei a ser metade do homem e do pai que és.

Conte comigo para tudo. Lhe amo e estarei sempre contigo!

"E o meu medo maior é o espelho se quebrar"

DAQUI NINGUÉM SAI VIVO


segunda-feira, 22 de julho de 2013

E DISSE O PAPA FRANCISCO...




"Os pais usam dizer por aqui: 'os filhos são a menina dos nossos olhos'. Que bela expressão da sabedoria brasileira que aplica aos jovens a imagem da pupila dos olhos, janela pela qual entra a luz regalando-nos o milagre da visão! O que vai ser de nós, se não tomarmos conta dos nossos olhos? Como haveremos de seguir em frente? O meu auspício é que, nesta semana,cada um de nós se deixe interpelar por esta desafiadora pergunta".

- Que o Papa Francisco ao se encontrar com a Presidenta, sendo em passeio público, não pense que as vaias são para sua pessoa.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

SAÚDE: PERDEMOS ATÉ O DIREITO DE ESPERNEAR




Homem percorreu quatro hospitais na Bahia e não foi atendido. Se desespera, quebra uma porta da unidade médica e é preso pela PM. 

Bem feito, quem pensa que é esse cidadão brasileiro? Reclamar por não ter direito a atendimento de urgência não pode.

Até o direito de espernear estão nos tirando.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

sábado, 13 de julho de 2013

VERSOS ÍNTIMOS - AUGUSTO DOS ANJOS



Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te a lama que te espera!
O Homem que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera

Toma um fósforo, acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro.
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa ainda pena a tua chaga
Apedreja essa mão vil que te afaga.
Escarra nessa boca de que beija!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

FACEBOOK, O CAMINHO PARA A ETERNIDADE.



Antigamente dizíamos quem quem desejasse ser sempre lembrado bastava atrasar uma prestação de um carnê da Casa Pio. Agora, também, temos as redes sociais. Tem uns três defuntos recebendo, ainda hoje, votos de feliz aniversário. A família não deletou a conta e o finado segue recebendo postagens de muitas felicidades, saúde e intermináveis anos de vida.

Concluindo minha linha de raciocínio, posso atestar que o facebook é um bom caminho para a eternidade. Pode reparar, vez por outra tem um finado fazendo aniversário.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

AGORA SÃO OS MÉDICOS, O QUE VIRÁ DEPOIS?




Qual será a próxima profissão que o Governo Federal dará uma canetada para resolver problemas da sua incompetência? Agora são os futuros médicos que sofrem intervenção, mas não se sabe quando a caneta poderosa agirá novamente. 


Sabemos que o Brasil precisa resolver urgente a questão da saúde, principalmente nas cidades mais distantes. Contudo, tomar uma decisão dessas sem consultar nada nem ninguém é o fim. Quem vibra com esta aberração tenha cuidado; a próxima intervenção poderá ser feita dentro da sua classe profissional, no seu beneficio, na sua aposentadoria, no seu salário, etc...

Faltou dialogar, conversar, um ambiente de negociação, com os médicos e estudantes de medicina. Parece que o Collor quando bloqueou o dinheiro do povo, sem consultar ninguém, fez escola. 

Deixo para reflexão este pensamento de Berthold Friedrich Brecht ...



Primeiro levaram os negros.
Mas não me importei com isso.
Eu não era negro.
Em seguida levaram alguns operários. Mas não me importei com isso.
Eu também não era operário.
Depois prenderam os miseráveis.
Mas não me importei com isso. Porque não sou miserável.
Depois agarraram uns desempregados.
Mas como tenho meu emprego.
Também não me importei.
Agora estão me levando.
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém.
Ninguém se importa comigo.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

DOE UM VIOLÃO - A GENTE NÃO QUER SÓ COMIDA



O Projeto do Curso de Violões do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar necessita de doações de violão para as aulas ministradas para a Comunidade pelo professor Vital Alves, em Itabaiana.
O ensino é destinado aos que mais precisam e não há custo pela aula. A cada doação uma matrícula será aberta.
Para tanto, basta enviar/entregar na Rua Coronel Firmino Rodrigues, 107 – Itabaiana/PB, CEP 58360-000, ou manter contato com o Fábio Mozart, através do telefone (83) 9926.7782

sábado, 6 de julho de 2013

A IMPORTÂNCIA DE FOCAR NO OBJETIVO


O pato tenta nadar, voar e andar, mas não faz nada direito. O pinguim, por outro lado, não voa e é todo desengonçado andando, mas tem um foco muito claro: ser um especialista na água.




Muitas pessoas têm curiosidade de saber o episódio da caçada do EMU que fiz com os aborígines australianos da ilha de Bathurst em 1972, quando estudava antropologia na Austrália.

Este episódio, como sempre disse, ensinou-me o valor do foco. Desde então tenho visto que pessoas e empresas que têm foco, têm sucesso.   Aqui vai a narração do episódio:


Na noite anterior à caçada, os aborígines australianos, com quem vivi e estudei, fazem a dança da caça onde uma parte do grupo faz o papel da caça e outra parte o dos caçadores. Nessa dança eles acreditam "caçar de fato" o animal. Após a "caçada" (na dança) eles comemoram, fazem as chamadas pinturas rupestres (desenham o animal caçado nas paredes das cavernas ou nas árvores) e vão dormir. No dia seguinte, se levantam e vão "apanhar o animal", com os bumerangues e lanças próprios para (agora sim) caçar o animal que acreditam já ter sido devidamente "caçado" durante a dança na noite anterior. 


 Um certo  dia os aborígines me convidaram para a dança do Emu (Emu é uma avestruz, uma ema que existe naquela parte do mundo) pois iríamos caçar no dia seguinte. Fizemos a dança como descrevi acima.


No dia seguinte deram-me a incumbência de achar as pegadas de emu. Ensinaram-me como eram as pegadas. Ao achar alguma pegada de emu, eu deveria chamar os caçadores. Os aborígines são exímios examinadores de pegadas. Pela análise eles sabem exatamente onde está o animal para apanhá-lo.


Eu ia à frente do grupo. De repente encontrei umas pegadas. Eram na verdade de canguru. Chamei a todos. Eles vieram, viram que as pegadas não eram de emu e sim de canguru e disseram: Essas pegadas são de canguru. Eu disse: mas canguru não é mais gostoso que emu? Eles responderam: Sim, é. Mas nós hoje estamos caçando EMU e não canguru. E se espalhavam novamente.


Mais um pouco e encontrava outras pegadas. Sabia que não eram de emu, mas mesmo assim chamei os caçadores. Eles disseram: Essas pegadas são de wallabies (um pequeno canguru). Eu disse: mas wallabies não são mais gostosos que emu e até mais gostosos que canguru? Sim, responderam eles, mas hoje estamos caçando emu e não wallabies ou cangurus. Outro dia voltaremos para caçar outro animal. Hoje estamos caçando emu!


Na quarta vez que parei a caçada e as pegadas não eram de emu, eles me disseram:
 - Nós estamos caçando EMU. Fizemos a dança do EMU, trouxemos os bumerangues de EMU, as lanças de EMU. Se você parar a caçada cada vez que encontrar qualquer pegada, nós não vamos caçar nem emu, nem canguru, nem wallabies. Outro dia nós voltaremos para caçar cangurus.

Foi então que eu aprendi a razão de todo primitivo ir caçar e voltar com a caça rapidamente. Eles sabem exatamente o que estão caçando e não se desviam do foco.

Na empresa e no nosso dia-a-dia é a mesma coisa: um objetivo e metas claros e definidos, e muito foco nesses objetivos e metas; se tivermos os instrumentos certos para atingí-los (ou armas adequadas); pessoas certas com as habilidades necessárias, treinadas; dedicação e entusiasmo; com certeza, atingiremos nossos objetivos, por mais audaciosos que pareçam ser.

Assim, o foco, é, sem dúvida, um dos principais fatores de sucesso de pessoas e empresas. 

Pense nisso. 

Tenha Foco. Sucesso!