sábado, 30 de julho de 2016

BALAIO DE GATOS NA POLÍTICA DE JOÃO PESSOA


Com relação a este balaio de gatos entre: Cartaxo, Cássio, Mané Jr e Maranhão, me lembrei da campanha de 2014, onde iniciou-se com um candidato quase ja eleito e diplomado, como muitos afirmavam, mas o resultado todo mundo sabe qual foi.
É inegável os avanços e capacidade administrativa do projeto do PSB e do Governador Ricardo Coutinho.
Quem vota é o povo!

quinta-feira, 28 de julho de 2016

JAGUARIBE E SEUS ENCANTOS: EU SOU DA GEMA

Nasci na Candida Vargas, me criei no aceiro da mata, estudei nos estaduais de Jaguaribe e ABC. Depois: 7 de setembro e ETFPB. Derrubei o Judas e joguei bola no Carecão. Mais autêntico é impossível! 




sábado, 23 de julho de 2016

VIADUTO DO GEISEL: FALTA POUCO PRA BOTAR A DOMINGUEIRA

Antigamente as coisas eram mais difíceis e ter o que vestir era quase artigo de luxo. A roupa mais bonita e que dava pra comprar a gente botava em dias especiais ou na missa do domingo. Era a famosa domingueira. O dinheiro era curto e comprávamos, quando metíamos o martelo no minhaeiro, duas pareias de roupas por ano; uma para o São João e outra para o fim de ano. Lembrei-me disto ao passar hoje no Viaduto do Geisel. O puxa-encolhe já acabou para quem segue de João Pessoa à Bayeux e aquele sinal que não deixava ninguém passar dos setenta por hora foi pra o beleléu e não existe mais. É quinta marcha na tranquilidade.

Já foi feito bem mais do que falta para terminar e, muito em breve, estará sendo entregue pelo Governador Ricardo Coutinho, conforme noticiado. Desafogará aquela agonia dos carros um por cima do outro e será a maior obra de mobilidade urbana de João Pessoa até então. As aves de agouro ruim estão se roendo, mas tem jeito não. O viaduto Eduardo Campos já foi uma necessidade, transformou-se em projeto e agora é realidade.

Esses dias vou botar a domingueira e estarei lá para ver que o engarrafamento foi ferido de morte e acabou

Viva o Trabalho! 



sexta-feira, 22 de julho de 2016

ALGUNS DIRÃO: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

ALGUNS DIRIAM: E AGORA, JOSÉ? - EU DIGO: TÔ NEM AÍ!

Cinquenta por cento de qualquer inteiro é sempre a metade do que se pretende contar. Isto é plenamente compreendido quando se trata de algo palpável, medido, pesado ou contado, mas pra vida da gente, aquela que terminará com o único mal irremediável, a contagem é outra.
Seria bacana que os nascidos quatro anos antes de 70 chegassem aos cem por cento em 2066. Mas tá bom, já  passou mais do que tem pra chegar, a vida é assim.
Alguns dirão: e agora José? - Eu digo: tô nem aí! 

sábado, 16 de julho de 2016

A HISTÓRIA NA BEIRA DO ESQUECIMENTO

Esta placa se torna quase invisível aos que passam na calçada e, ainda mais, a quem devia cuidar da nossa história. Coberta por tinta e esquecida na parede, registra informação dos tempos que não voltam mais. Certamente, o motivo de existir o nome da rua é pelo registro apontado na beira dessa casa azul. Fica na frente da antiga sede social do Clube Cabo Branco, entre a Igreja da Misericórdia e o edifício dos 18 andares.






terça-feira, 12 de julho de 2016

ARIANO SUASSUNA: QUEM FOI TEMPERAR O CHORO E ACABOU SALGANDO O PRANTO?





Se eu conversasse com Deus
Iria lhe perguntar:
Por que é que sofremos tanto
Quando viemos pra cá?
Que dívida é essa
Que a gente tem que morrer pra pagar?
Perguntaria também:
Como é que ele é feito
Que não dorme, que não come
E assim vive satisfeito.
Por que foi que ele não fez
A gente do mesmo jeito?
Por que existem uns felizes
E outros que sofrem tanto?
Nascemos do mesmo jeito,
Moramos no mesmo canto.
Quem foi temperar o choro
E acabou salgando o pranto?”

Poeta Leandro Gomes de Barros

sábado, 9 de julho de 2016

VIADUTO DO GEISEL TÁ SE VESTINDO. VIVA O TRABALHO!

Passei hoje, no início da tarde, no viaduto que vai desafogar a agonia dos que transitam nas BR 101/230 e dos que residem na zona Sul de João Pessoa. Boa parte do que será entregue já tá se vestindo e em breve esta obra terá grande serventia para a mobilidade urbana do pessoense. O Estado já resolveu a questão dos engarrafamentos em Mangabeira e com a execução deste projeto resolverá a perda de tempo dos que por lá passarão, proporcionando ganho real no deslocamento para qualquer ponto da cidade. O Governador Ricardo Coutinho trabalha por toda Paraíba, mas vem cumprindo uma agenda importante na capital. É de encher os olhos!


quarta-feira, 6 de julho de 2016

O MAIOR PRECIOSO VOLUME É A QUALIDADE

E com o passar do tempo a gente começa a entender que o muito se resume no pouco, que o mais precioso volume é a qualidade. A vida vem me ensinando isto!